//Alguns fatos sobre o BOTOX.

Alguns fatos sobre o BOTOX.

O Botox é uma apresentação farmacológica da chamada toxina botulínica de tipo A, que se produz a partir da bactéria Clostridium botulinum. Esta toxina, com fins terapêuticos, é gerada e purificada em laboratório, tendo o nome comercial de Botox mas estão disponíveis outras apresentações no mercado.

A relativa simplicidade da sua aplicação (uma sessão de dez a 25 minutos) sem anestesia geral e sem internamento tornou-o o procedimento médico-estético mais solicitado e realizado em todo o mundo.

COMO ATUA?

A toxina é aplicada no músculo e provoca inibição do mecanismo de contração das células musculares, levando ao relaxamento dessa região.

 PARA QUE TIPO DE RUGAS É USADO?

O botox para uso estético é indicado para suavizar as rugas e linhas de expressão do rosto. Entre as linhas tratadas estão as rugas da testa, a glabela (espaço entre as sobrancelhas) e os pés de galinha, rugas que se formam na região dos olhos. Mais recentemente, é usado no tratamento da hiperhidrose axilar primária (transpiração axilar não controlável por produtos tópicos).

QUANTO TEMPO DURA O SEU EFEITO?

Por norma, as duas ou três primeiras aplicações têm uma durabilidade menor, entre três a seis meses. Mas essa eficácia vai aumentando, podendo chegar a oito ou nove meses.

PODE TER EFEITOS SECUNDÁRIOS?

Tal como a maioria dos procedimentos médicos, esta aplicação intradérmica não está totalmente isenta de riscos, no entanto, estes são pouco frequentes, quase sempre transitórios, e de pequena importância.

Os mais comuns são o desconforto nos locais das punções (que se pode diminuir com o uso de creme anestésico), dor de cabeça (passa ao fim de 60 a 90 minutos), pequenos hematomas (absorvidos numa semana).

O efeito mais desagradável é a ptose palpebral (pálpebra descaída), que resulta da aplicação demasiado próxima ou no próprio músculo elevador da pálpebra.

 EM QUE CASOS ESTÁ CONTRAINDICADO?

Quando se está medicado com anticoagulantes ou anti-inflamatórios (tipo aspirina) e se padece de alguma doença da coagulação sanguínea, bem como em caso de alterações do estado psicológico (depressão), quando a pele apresenta alguma alteração nos locais previstos para a aplicação (doença ativa de pele, inflamações ou feridas) e quando o paciente apresente um estado de saúde débil ou doença febril. Certas doenças neuromusculares são uma contraindicação expressa. Por fim, o tratamento não dever ser feito em grávidas e em mulheres que estão a amamentar.

 DEPOIS DA INTERVENÇÃO, O QUE DEVEMOS EVITAR FAZER?

Deitarem-se ou reclinarem-se durante três a quatro horas, fazer esforços físicos (ginástica) e fumar. Devemos reduzir a mímica facial.

PODE SER USADO COMO TRATAMENTO PREVENTIVO?

A aplicação periódica de botox, respeitando os intervalos aconselhados, retarda a acentuação de mais e maiores rugas de expressão, já que o seu efeito vai atenuar a intensidade das contrações dos músculos faciais.

Drª Raquel Patrício

By |2019-04-04T21:36:31+00:00Março 12th, 2019|Estética|0 Comments

About the Author: