//Alguns fatos do Ácido Hialurónico injetável!

Alguns fatos do Ácido Hialurónico injetável!

O QUE É O ácido hialurónico?

Trata-se de um componente natural da matriz da derme, que com a idade vai ficando cada vez em menor quantidade. Existem dois grandes grupos de utilização do ácido hialurónico. As injeções diretas do ácido na derme, um procedimento usado para corrigir rugas e que provoca um rejuvenescimento da pele. E a presença do ácido nos cremes, mas aí funciona apenas como um bom hidratante porque não penetra tão profundamente na pele como as injeções. Estas são a forma mais eficaz e de resultados mais imediatos de retardamento do envelhecimento da pele.

COMO ATUA?

O ácido hialurónico tem a capacidade de atrair e reter até 1000 vezes o seu próprio peso em água. Ou seja, é miraculoso no tratamento da desidratação da pele e a preencher pequenas rugas e linhas finas, mantendo a pele jovem e resplandecente.

Para que É USADO?

O ácido hialurónico é indicado principalmente para melhorar o viço da pele, suavizando rugas e outras marcas da idade. Quando usado de forma injetável, ele pode ser usado no contorno de face, lábios (contorno e volume), sulcos nasolabiais (bigode chinês), sulco nasojugal (olheiras), sulcos labiomentonianos (linhas entre o canto da boca e o queixo), rugas faciais, e para repor volume na face, mãos e algumas regiões corporais.

Além disso, uma outra técnica em que o ácido hialurónico é usado é a volumização do rosto, sendo aplicado na região dos malares (maçãs do rosto), mandíbula e nas laterais do rosto.

Pode ser usado, também, para corrigir imperfeições repondo apenas onde é necessário; atenuar linhas e rugas de expressão; dar sustentação e definir as estruturas faciais e manter uma pele saudável e hidratada. E tudo isto sem alterar a sua expressão natural.

QUANTO TEMPO DURA O SEU EFEITO?

Os efeitos do preenchimento facial com ácido hialurónico são imediatos após o tratamento, mas tornam-se mais visíveis uma semana após a sessão, momento em que o edema do rosto é amenizado.

A duração deste tipo de tratamentos depende do tipo de ácido hialurónico e do tipo de pele do paciente. Existem os não reticulados que podem ser feitos a um ritmo mensal. E existem outros que já têm por função outro tipo de preenchimento, que também podem ser mais ou menos volumizantes. Isso faz com que a frequência com que são aplicados seja diferente. Há ácidos hialurónicos que duram um ano e outros que duram três meses.

 PODE TER EFEITOS SECUNDÁRIOS?

Tal como a maioria dos procedimentos médicos, esta aplicação intradérmica não está totalmente isenta de riscos, no entanto, estes são quase sempre transitórios, e de pequena importância.

Há desconforto nos locais das punções (que se pode diminuir com o uso de creme anestésico). É comum que algumas reações adversas apareçam após a aplicação, como eritema transitório, edema, dor, prurido, contusões, descoloração ou sensibilidade no local da injeção. Normalmente a resolução é espontânea, dentro de um ou dois dias após a aplicação, contudo podem ocorrer pequenos hematomas que resolvem dentro de uma semana.

 EM QUE CASOS ESTÁ CONTRAINDICADO?

Quando se está medicado com anticoagulantes ou anti-inflamatórios (tipo aspirina) e se padece de alguma doença da coagulação sanguínea, bem como em caso de alterações do estado psicológico (depressão), quando a pele apresenta alguma alteração nos locais previstos para a aplicação (doença ativa de pele, inflamações ou feridas) e quando o paciente apresente um estado de saúde débil ou doença febril. A aplicação não deve ser feita em indivíduos com hipersensibilidade conhecida ao composto ou em área onde um implante permanente tenha sido colocado.

Por fim, o tratamento não dever ser feito em grávidas e em mulheres que estão a amamentar.

DEPOIS DA INTERVENÇÃO, O QUE DEVEMOS EVITAR FAZER?

Está contraindicado fazer massagem no local de injeção do produto, deitarem-se ou reclinarem-se durante três a quatro horas, fazer esforços físicos (ginástica) e fumar. O ideal é não haver exposição ao sol e enquanto houver hematomas deve ser usado filtro solar. Pode-se usar gelo local nas primeiras 24 horas.

 

Artigo da responsabilidade Drª Raquel Patrício

 

By |2019-04-29T22:25:21+00:00Abril 29th, 2019|Estética|0 Comments

About the Author: