//Porque fazer massagens na gravidez.

Porque fazer massagens na gravidez.

Qualquer pessoa que já tenha usufruído de uma massagem profissional sabe que tanto o corpo como a mente beneficiam de uma sensação de bem estar,  o mesmo vale para a massagem pré-natal, mais ainda quando o peso extra e as mudanças de postura provocam novas dores e mal estar.

Massagens durante a gravidez são seguras?

As massagens na gravidez são  consideradas seguras após o primeiro trimestre, devendo haver consentimento médico e  informar a/o terapeuta de que está grávida.

Verifique com seu médico antes de receber uma massagem pré-natal – especialmente se tem diabetes, enjôo matinal, pré-eclâmpsia, tensão arterial alta,  dor abdominal ou sangramento – são complicações que podem tornar a massagem durante a gravidez arriscada.

Uma massagem pré-natal difere da massagem tradicional em duas áreas principais: posicionamento e pontos de pressão sensíveis. Estar confortável e não prejudicar o bebê, especialmente no terceiro trimestre, é fundamental para obter resultados com segurança de uma massagem durante a gravidez.

A massagem pré-natal deve ser reconfortante e permitir que que a gestantes relaxe, por isso, a maioria dos tecidos profundos, amassamento abdominal e certos pontos de acupressão devem ser evitados.

Benefícios da massagem pré-natal:

  • Massagem pré-natal proporciona relaxamento, aliviando o stress nas articulações, alivia a dor no pescoço e nas costas, ajuda a manter uma boa postura e proporciona flexibilidade aos músculos do parto.
  • Ajuda os sistemas circulatório e linfático, que mantém o fluxo de sangue para a mãe e o bebê.
  • Pode ser uma ferramenta importante em qualquer momento da sua vida, mas para as mulheres grávidas estimula diferentes glândulas no corpo, o que ajuda a estabilizar os níveis hormonais e alivia a tensão nervosa. Além disso, o toque estimulante durante a massagem na gravidez promove o relaxamento e fornece apoio emocional.
  • Outros benefícios incluem alívio de dores de cabeça causadas por tensão no rosto, pescoço e ombros e alívio temporário das dores comuns associadas à gravidez, a massagem faz com que seu corpo liberte a serotonina –  químico natural que atenua as dores.
  • Mães mais descontraídas podem ter um menor risco de intervenções durante o parto e nascimento.
  • Melhoria do sono devido a sentir menos tensão muscular e  menos desconfortável.

Quando evitar a massagem pré-natal

  • É desaconselhável a massagem durante a gravidez no primeiro trimestre devido ao aumento do risco de aborto espontâneo nas primeiras 12 semanas de gestação.
  • As grávidas que apresentem gravidez de alto risco ou já teve um parto prematuro.
  • Hipertensão induzida pela gravidez.
  • Pré-eclâmpsia, ou inchaço repentino com retenção de líquido. Se você tiver fortes dores de cabeça.
  • Se uma massagem na gravidez fizer com que grávida se sinta enjoada, tonta, cause dor de cabeça não deve ser feita.
  • Quando contraindicado pelo médico.

A massagem também pode ser usada muito eficazmente durante o trabalho de parto para aliviar dores nas costas e tensão muscular generalizada. É uma maneira boa e prática de ajudar os parceiros a sentirem que estão contribuir nesta fase especial.

By |2019-03-26T12:25:41+00:00Dezembro 9th, 2018|Sem categoria|0 Comments

About the Author: